Voltar

Open Banking: uma mudança que está vindo para valer

Marisa Albuquerque

No último dia 31 de janeiro encerrou-se o período de consulta pública estabelecida pelo Banco Central, e isso colocou o Open Banking, mais uma vez, em voga nos noticiários e nas conversas entre executivos do setor financeiro. Osistema caracteriza a necessidade de uma nova plataforma de relacionamento semconexão com o Internet Banking.

O Open Banking dá ao cliente autonomia de seus dados e movimentações bancárias, já que os históricos estarão sob sua posse e não mais do banco. Quando precisar, o cliente poderá autorizar o compartilhamento das suas informações com empresas de crédito ou de softwares de gestão, por exemplo.

Isso é uma grande revolução no mercado financeiro, que será importante na criação de novos negócios. É um ecossistema que conectará instituições financeiras, empresas e clientes, com o objetivo de desenvolver ainda mais produtos e serviços. O Open Banking gerará possibilidades para que novas empresas integrem o setor com baixo custo para o consumidor. Esse ambiente obrigará os grandes bancos a inovarem para não perderem espaço para as fintechs.

De acordo com o Banco Central do Brasil a implementação do Open Banking ocorrerá em 4 etapas. Acompanhe:

1. Compartilhamento de informações de serviços e produtos dasinstituições financeiras: As instituições adeptas ao Open Banking deverão compartilhar dados sobre canais de acessos, produtos e serviços relacionadosa contas de pagamento ou de depositantes, e mais. Assim, uma instituição financeira pode agregar dados e prestar assessoramento para os clientes deprodutos financeiros;

2. Transações e Dados cadastrais de clientes: Como consentimento dos clientes, a instituição financeira poderá compartilhar transações e dados cadastrais relacionadas a contas de pagamento, bem como asoperações de crédito

3. Serviços: Na etapa 3, será viabilizado, com o consentimento docliente, o encaminhamento de proposta de operação de crédito, por meio de correspondentes no País, e de iniciação de pagamentos.

4. Outros dados: Na última fase serão compartilhados informações de outros serviços e produtos, assim como investimentos e seguros.

Eu fiquei entusiasmada com as novidades do setor financeiro. Consigo prevera mudança para melhorarmos o país no sentido do crescimento econômico e inovação, que nos deixa na mão dos países desenvolvidos. Porém, para que esse avanço continue é preciso criar um ecossistema que aguente as movimentaçõesdemandadas pelo Open Banking nesse novo modelo de relacionamento entre instituições financeiras e clientes.

No ecossistema é preciso desenvolver uma plataforma aberta de API’s que deve ser muito segura para evitar ataques e fraudes de dados. As tecnologias de Open Banking serão desenvolvidas como um portal único de relacionamento com parceiros, empresas e clientes que centralizará os dados cadastrais, bem como monitorar as transações.


O desafio das empresas que aderirem ao Open Banking será provar a segurança das operações. Tecnologias de ecossistemas de relacionamento B2C e B2B, no formato de Service Delivery otimizarão o funcionamento. Eu acompanho a discussão desde seu início e desenhei um projeto com essas características.

A projeção da entrada do sistema é para o segundo semestre de 2020, é necessário que o mercado se prepare para se adequar as exigências da implementação e desenvolva o ecossistema. As empresas que se adiantarem com as tecnologias que otimizarão o Open Bankin terão maior competitividade e estarão na frente do mercado.

Artigo publicado dia 14/02/2020 no Convergência Digital:

https://www.convergenciadigital.com.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?UserActiveTemplate=site&infoid=52847&sid=15

Compartilhe:

Outros destaques

Processos ágeis e as novas fábricas de software

As metodologias ágeis são reconhecidas até hoje como estratégias efetivas para redução de custos e aumento da produtividade de uma empresa. Elas são aplicadas para lidar com os desafios comuns em projetos, como gestão de custos, riscos e prazos. Por isso, são soluções práticas para organizar o dia a dia e garantir melhores resultados.

Saiba mais

Aprenda como promover a segurança da informação na sua empresa

É fundamental encontrar formas de proteger os seus dados e evitar que eles se percam, tanto por desastres tecnológicos quanto por ações de cibercriminosos. E, para isso, é preciso investir em segurança da informação.

Saiba mais

Conheça os principais indicadores estratégicos de TI

Neste artigo, vamos mostrar quais são os principais KPIs (Key Performance Indicators, ou Indicadores Fundamentais de Desempenho) que devem ser usados na TI. Acompanhe!

Saiba mais

Assine nossa news

Receba no seu e-mail informações e conteúdos ricos sobre transformação digital e jornada para nuvem dos melhores especialistas do mercado.
Não se preocupe, não enviamos spam. ;)