Voltar

Nuvem híbrida: o que é e qual é a sua importância para a computação?

Leonardo Costa

O mercado de cloud computing está em amplo crescimento. As empresas já entenderam que é possível otimizar os processos e conseguir melhores resultados para o setor, e estão planejando a migração. Em alguns casos, escolhem as nuvens privadas, em outros a pública.

O futuro, porém, está em uma forma mista de montar a infraestrutura: a nuvem híbrida. Com ela, é possível aproveitar os melhores benefícios de ambos os tipos e ter resultados ainda mais consistentes. Dessa maneira, as limitações são minimizadas e os benefícios maximizados.

Neste texto, você verá como a nuvem híbrida é importante para a computação e para a vida da empresa. Quer saber melhor como isso funciona? Então, entenda agora. Boa leitura!

Quais são os tipos de nuvem?

Para começar, as nuvens públicas são os serviços em nuvem oferecidos por empresas especializadas. Há planos disponíveis para qualquer organização ou pessoa.

Há grandes vantagens nesse modelo, já que a empresa contratada se responsabiliza por todo o gerenciamento, além de manter a manutenção e a segurança da rede em dia. Dessa maneira, a implementação é fácil e rápida, sendo completamente escalonável: a empresa fará apenas o pagamento daquilo que utilizar.

Se for necessário ampliar os recursos, será preciso apenas investir mais, sem a necessidade de comprar equipamentos ou de ter gastos para a implementação, o que impacta nos custos da infraestrutura.

Além disso, a nuvem pode ser usada por qualquer pessoa que tenha acesso ao sistema. Entretanto, há instituições que querem atestar um nível maior de confiabilidade à infraestrutura. Exemplos são a Amazon Web Services e o Microsoft Azure.

Já a nuvem privada é interna e acessada apenas por aqueles que têm autorização da instituição. É também conhecida como nuvem corporativa, já que normalmente fica dentro dos limites da organização.

As vantagens também contam com elasticidade e escalabilidade, permitindo que o sistema seja customizado de maneira maior. Além disso, a segurança pode ser realizada de forma que terceiros não acessem, de maneira remota, os arquivos e documentos sem autorização.

O que é uma nuvem híbrida?

Quando uma empresa escolhe a nuvem híbrida, pode aproveitar as vantagens dos dois modelos anteriores: a nuvem privada e a pública. Ou seja, um modelo híbrido acontece quando os gestores optam pela integração de ao menos duas infraestruturas de computação em nuvem para conseguir ter a segurança das nuvens privadas e o custo-benefício das públicas, sem deixar que a performance fique de lado.

Se bem planejado, esse tipo de nuvem consegue atender às demandas encontradas até mesmo nas atividades de empresas que necessitam de grande performance. Com isso, é possível garantir a escalabilidade prometida pelos ambientes públicos, e os gestores de TI continuarão sendo os responsáveis por definir e implementar quais serão as políticas de segurança, a partir das demandas que a empresa tem.

A nuvem híbrida faz com que as soluções de TI sejam mais flexíveis, já que não haverá necessidade de fazer com que os processos sejam adaptados ao tipo escolhido.

É uma forma de aproveitar os benefícios de ambas as formas de nuvem com inteligência. Esse tipo de infraestrutura combina, em um único ambiente, todas as vantagens de privacidade e customização da nuvem privada, com as reduções de custos e flexibilidades da nuvem pública.

Funcionamento da nuvem híbrida

Para começar, as empresas que optam pela infraestrutura híbrida são aquelas que acreditam ter dados que devem ser tratados de maneira privada, enquanto outros podem ser manipulados publicamente.

Por exemplo: transações financeiras, serviços críticos e estratégicos, e dados sigilosos podem ir para a parte privada. Por outro lado, todos os serviços básicos e que não sejam confidenciais podem ser encaminhados à pública.

Dessa maneira, o que é mais importante e precisa contar com várias restrições de acesso e proteções de firewall fica resguardado. Ao mesmo tempo, a instituição também consegue usar os grandes benefícios da nuvem pública.

Quais são os benefícios da nuvem híbrida?

Uma empresa pode ser beneficiada de diversas maneiras. Unindo os ambientes públicos e privados, a nuvem fica mais versátil e flexível. Veja agora como isso é possível.

Maior flexibilidade operacional

Como você viu, a nuvem híbrida consegue usar tipos diferentes de cloud computing, sem deixar que as vantagens dos modelos sejam comprometidas, garantindo a segurança digital e a mobilidade operacional. Dessa maneira, o perfil da instituição será favorecido para fornecer os resultados necessários.

Redução de custos

Como a infraestrutura não é totalmente privada, a nuvem híbrida ajuda a empresa a diminuir os custos que tem com TI. Dessa maneira, a instituição poderá alocar os recursos para realizar investimentos estratégicos na área e conseguir otimizar as tarefas.

Escalonamento de recursos

Uma empresa que tem infraestrutura de nuvem híbrida consegue fazer o escalonamento rápido dos serviços, já que é possível migrar apenas algumas das operações para o ambiente público. Dessa maneira, o negócio responde com maior agilidade às necessidades do mercado, podendo aproveitar todas as oportunidades que aparecem.

Cloud Bursting

O Cloud Bursting é uma das estratégias para conseguir lidar com os grandes picos de demanda que uma infraestrutura híbrida pode ter. Dessa maneira, ao utilizar a configuração, quando a nuvem privada estiver no limite, o restante será encaminhado para a pública de forma imediata.

Com isso, os serviços não serão interrompidos, servindo como uma forma de redundância — o que aumenta a confiabilidade do sistema. Além disso, a economia se torna maior, já que a empresa não precisa investir para determinar a utilização dos recursos e contar com uma capacidade excedente em boa parte do tempo. Com isso, apenas a infraestrutura privada poderá ser expandida em caso de excesso de tráfego.

Dessa maneira, o retorno obtido com a nuvem pode ser ainda maior, já que se garante uma infraestrutura suficiente para que a demanda seja atendida.

Quais são as projeções para o futuro?

As projeções para as redes híbridas são as melhores. De acordo com a Gartner, ela deve se tornar a mais popular até o fim de 2020. Isso se deve, principalmente, às possibilidades que a mistura permite, fazendo com que as necessidades da instituição sejam atendidas. Com isso, tanto as questões de segurança quanto a escalabilidade e elasticidade serão garantidas com o menor preço possível.

Agora que você sabe o quanto a nuvem híbrida é importante para a empresa, é essencial estar sempre por dentro das principais notícias. Dessa forma, você terá mais informações para conseguir adequar o setor às necessidades da instituição e trazer os melhores resultados, como aumento da produtividade.

Então, assine agora mesmo a nossa newsletter e receba os nossos conteúdos diretamente na sua caixa de entrada. Esperamos por você!

Compartilhe:

Outros destaques

Processos ágeis e as novas fábricas de software

As metodologias ágeis são reconhecidas até hoje como estratégias efetivas para redução de custos e aumento da produtividade de uma empresa. Elas são aplicadas para lidar com os desafios comuns em projetos, como gestão de custos, riscos e prazos. Por isso, são soluções práticas para organizar o dia a dia e garantir melhores resultados.

Saiba mais

Aprenda como promover a segurança da informação na sua empresa

É fundamental encontrar formas de proteger os seus dados e evitar que eles se percam, tanto por desastres tecnológicos quanto por ações de cibercriminosos. E, para isso, é preciso investir em segurança da informação.

Saiba mais

Conheça os principais indicadores estratégicos de TI

Neste artigo, vamos mostrar quais são os principais KPIs (Key Performance Indicators, ou Indicadores Fundamentais de Desempenho) que devem ser usados na TI. Acompanhe!

Saiba mais

Assine nossa news

Receba no seu e-mail informações e conteúdos ricos sobre transformação digital e jornada para nuvem dos melhores especialistas do mercado.
Não se preocupe, não enviamos spam. ;)