Voltar

Saiba como o Big Data Analytics pode mudar a gestão de negócios

Rodrigo Contreira

Uma frase que cada vez mais faz sentido no mercado, principalmente, com a transformação digital, é: quem tem dados, tem o poder. A informação tem se tornado, cada vez mais, fundamental para que os gestores consigam trabalhar a melhoria do seu negócio ao longo do tempo, conseguindo melhores resultados e tomadas de decisões mais bem embasadas.

Com isso, uma tendência cada vez maior é o uso do Big Data Analytics. Quando bem utilizado, é capaz de proporcionar diversos benefícios para seu negócio, tanto em curto quanto em longo prazo.

Vamos explicar esses conceitos para você e tirar suas dúvidas sobre o tema. Boa leitura e aproveite!

O que é o Big Data Analytics?

O Big Data Analytics diz respeito a um conjunto de dados, tanto estruturados quanto não estruturados, gerados a todo instante, e que são, posteriormente, analisados pelos gestores responsáveis.

Quais as diferenças entre Data Science, Big Data e Data Analytics?

Apesar de serem termos razoavelmente semelhantes, esses três conceitos não são idênticos. Para compreender as diferenças, vamos falar sobre cada um deles em separado.

Data Science

Data Science é um campo científico mais amplo, que envolve os procedimentos para limpeza, preparação e análise de dados, por meio de técnicas e conjuntos de ferramentas específicos. A partir dessas análises, é possível obter insights significativos e que podem ser aplicados às mais diferentes áreas.

Big Data

Como falamos anteriormente, o Big Data é um acumulado de informações, gerados ao longo do tempo, por meio de diversas fontes de informação. Devido à alta velocidade e volume, exige que sejam utilizados softwares e algoritmos específicos para sua análise, bem como máquinas com maior capacidade de processamento.

Data Analytics

O Data Analytics diz respeito à avaliação e exame dos dados brutos obtidos pelas organizações para conseguir obter informações tratadas, que sejam úteis para os negócios. Diz respeito às ferramentas utilizadas para a análise das informações. Não se limita apenas ao mundo empresarial, podendo ser aplicado, também, na área acadêmica.

Quais as principais características do Big Data?

O Big Data Analytics é formado por cinco pilares fundamentais que auxiliam os gestores na análise de dados. Veja mais sobre cada um deles, a seguir.

Volume

O volume de informações gerado cotidianamente tende a aumentar exponencialmente. Além disso, é importante deixar claro que, para ser considerado Big Data, logo de imediato, é necessário que o banco de dados seja de alto volume. Normalmente a taxa gerada a cada segundo gira em torno de zettabytes e brontobytes.

Velocidade

Os dados são gerados em alta velocidade, de forma constante. Dessa forma, para que nada se perca, é fundamental que as informações sejam analisadas no instante em que são geradas, conseguindo algo bem próximo de um processamento em tempo real.

Variedade

Os dados são variados, ou seja, não correspondem a apenas um tipo de informação, advindos de diversas fontes, simultaneamente. Eles podem vir de redes sociais, do site do seu negócio, do e-mail, entre outros locais.

Também são coletados diversos formatos, como vídeos, áudio, textos, dados de ações, transações financeiras, documentos, entre outros.

Veracidade

Os dados gerados são verdadeiros, ou seja, advêm de fonte segura. É preciso que os gestores de informação consigam atestar quais são os dados verídicos e atualizados.

Valor

Os dados precisam gerar valor para a organização, ou seja, eles devem ter uma funcionalidade ou utilidade para a empresa. Caso contrário, não vale a pena ser coletados.

Como funciona o Big Data Analytics?

A análise de Big Data pode ser realizada dentro de três parâmetros fundamentais:

  • Social Data: diz respeito ao comportamento do usuário em meio social. Por exemplo, pode corresponder aos dados gerados em redes sociais;
  • Enterprise Data: diz respeito às informações geradas pelas atividades empresariais, como operações financeiras, dados contábeis, vendas, entre outros;
  • Personal Data: diz respeito à integração entre dispositivos, utilizando a internet como meio.

Por meio de ferramentas de automação, pode-se realizar uma mineração desses dados, bem como a análise, em busca dos padrões gerados por eles, oferecendo subsídios para que os gestores tomem decisões mais bem embasadas ao longo do tempo.

Quais os benefícios de utilizar o Big Data Analytics?

Por que as empresas têm investido cada vez mais em Big Data Analytics? Não é à toa. Ele traz uma série de benefícios para as organizações, conseguindo melhores resultados para a gestão interna, entre outros, tal como mostraremos a seguir.

Tomadas de decisões mais rápidas e melhores

Com o processamento feito em tempo real, torna-se mais fácil tomar decisões mais rápidas e com mais precisão ao longo do tempo. Isso pode ser altamente significativo para a empresa. Vamos a um exemplo que deixará isso mais claro.

Há uma queda abrupta nas vendas do seu e-commerce no dia de hoje. Ao mesmo tempo, há uma movimentação do seu público em redes sociais. Analisando esses dois pontos, de imediato, é possível identificar o que gerou a crise no ambiente público, contornar a crise e conseguir retomar o ritmo de vendas normatizado.

Sem o Big Data Analytics, esse padrão poderia demorar para ser identificado e gerar um maior tempo de resposta para o problema.

Desenvolvimento de produtos e serviços

O Big Data Analytics permite observar quais são as brechas de oportunidade existentes, que seus concorrentes não estão aproveitando, e que estão sendo demandadas pelos seus clientes. Com isso, é possível que sua empresa invista em inovação, de forma segura, com maiores chances de sucesso.

Isso pode ser realizado por um algoritmo específico, dedicado a reconhecer determinados padrões e regras para a tomada de decisão para investir na criação de determinado produto ou serviço.

Análise de concorrência

Como é possível analisar um grande volume de dados com processamento em tempo real, pode-se avaliar de que forma a concorrência está atuando no mercado em que está inserido, obtendo dados e respostas mais ágeis, e verificando como gerar diferenciais competitivos ao longo do tempo.

O uso do Big Data Analytics é fundamental para o crescimento das empresas em um cenário no qual o ritmo de geração de dados aumenta continuamente. É preciso considerar, ainda, a demanda cada vez maior por compreender essas informações para obter melhores resultados. Então, se sua empresa ainda não investe nessa metodologia, é hora de rever seus conceitos para trazer maiores vantagens competitivas para seu negócio.

Quer mais dicas interessantes para o crescimento da empresa por meio das tecnologias? Siga nosso perfil no Facebook e Instagram e veja nossos posts em seu feed de notícias!

Compartilhe:

Outros destaques

Qual é o impacto da tecnologia 5G na cloud computing?

A revolução da tecnologia 5G está prestes a começar. Assim que a inovação da comunicação sem fio for aplicada nos mais diversos países, notaremos seus impactos na eficiência operacional e na diminuição de custos das empresas, bem como na vida pessoal de todos os envolvidos.

Saiba mais

O que é machine learning? Tire aqui todas as suas dúvidas!

O machine learning e as diversas ferramentas de inteligência artificial e análise de dados têm como diferenciais a capacidade de entregar grande parte dos trabalhos para que as próprias máquinas os façam.

Saiba mais

Afinal, o que é data science? Descubra aqui!

Que o mercado está cada vez mais desafiador e exigindo decisões baseadas em exatidão dos gestores, não é uma novidade para ninguém. Diante disso, para quem se preocupa com as tomadas estratégicas, é fundamental ter conhecimento sobre o que é data science e qual seu impacto nas organizações.

Saiba mais

Assine nossa news

Receba no seu e-mail informações e conteúdos ricos sobre transformação digital e jornada para nuvem dos melhores especialistas do mercado.
Não se preocupe, não enviamos spam. ;)