Voltar

Conheça cinco aplicações da Inteligência Artificial no Brasil

Cristina Boner

A Inteligência Artificial (Artificial Intelligence, em inglês), tecnologia que agrega inteligência ao computador a ponto de habilitá-lo a realizar tarefas com autonomia, está cada vez mais inserida nas inovações tecnológicas.

Inclusive, a tendência é o crescimento exponencial da sua adoção nos próximos anos com a chegada do 5G e da expansão das redes de edge computing — que estão dando o boost necessário para que a cloud computing permaneça evoluindo.

No Brasil, o panorama não é diferente: há muitas empresas brasileiras (ou atuando no país) que desenvolvem e incrementam suas aplicações com Inteligência Artificial a fim de obter vantagem competitiva, sobretudo por meio da automação que ela viabiliza.

Um ponto interessante em relação ao uso da tecnologia é a sua aplicação em negócios dos mais diversos segmentos. Esteja você atuando no setor de Finanças, esteja dirigindo uma rede de ensino, esteja gerenciando um e-commerce, é possível usufruir de todas as oportunidades que ela oferece.

Ficou curioso para saber como adotá-la no seu negócio? Para inspirá-lo, elencamos, abaixo, cinco aplicações da Inteligência Artificial no Brasil que estão gerando impactos à experiência do usuário e, claro, aos resultados das empresas. Confira!

1. Segurança da Informação

Na medida em que a tecnologia avança e é aplicada pelas empresas, há o contraponto: a evolução das ameaças cibernéticas. Sofisticados e muito mais prejudiciais na atualidade, ataques como DDoS e Hijacking, executados sempre em tempo real, requerem monitoramento a todo instante.

Combater esse tipo de risco, de fato, não é algo tangível. No entanto, a mitigação pode (e deve) ser realizada a fim de coibir a ação do cibercriminoso ou, caso o problema tenha tomado proporções maiores, amenizar os danos.

Por isso, o monitoramento 24/7 é essencial e, mais do que isso, precisa ser feito com o auxílio de tecnologias avançadas. A Inteligência Artificial passa a entrar em cena para identificar comportamentos suspeitos ou anormais, com o uso de algoritmos.

Quando a detecção acontece, a equipe de segurança a postos consegue reagir ao evento assim que ele se manifesta. Devido ao alto grau de eficácia, a tendência é que todos os mecanismos de segurança baseados em software operem usando a Inteligência Artificial.

2. Supply chain

Supply chain (ou cadeia de suprimentos) é uma atividade voltada ao setor de logística e que consiste no gerenciamento de materiais e produtos, abrangendo o processo de ponta a ponta — ou seja, da fabricação à entrega do item ao cliente. Exemplos:

  • aquisição de insumos;
  • armazenamento de produtos;
  • distribuição; e
  • transporte.

Será que as atividades acima não podem ser otimizadas se inserir a Inteligência Artificial e, assim, automatizar tudo o que for possível e viável? Empresas do setor logístico não só compreendem o valor disso, como já se beneficiam das vantagens oferecidas pela tecnologia.

Imagine um depósito de armazenamento de produtos em um centro de distribuição. A Inteligência Artificial pode ser aplicada em praticamente todos os elementos que contribuem para o andamento do processo: veículos, embalagens, armazenamento, termômetro, mapeamento, controle etc.

Por exemplo, sensores podem emitir notificações de temperatura inadequada para determinado pacote. Com isso, um veículo autônomo segue a melhor rota a fim de alcançá-lo, pegá-lo e movimentá-lo de posição até o espaço mais propício.

3. Atendimento ao cliente

Melhorar a experiência do usuário é um objetivo comum entre todas as empresas que atuam na web. Da ótica do consumidor, o atendimento costuma definir a sua satisfação na maioria das vezes. Portanto, aprimorar-se nesse quesito é uma atitude essencial para conquistar (e reter) clientes. Sendo assim, que tal aplicar a Inteligência Artificial e garantir ótimos resultados?

De alguns anos para cá, muitas empresas adotaram, por exemplo, o chatbot. Trata-se de um tipo de robô capaz de prestar atendimento com inteligência a ponto de reconhecer credenciais e dados do cliente, bem como atendê-lo de maneira muito próxima do que faz o ser humano, porém com disponibilidade de 24 horas por dia e mais barato do que montar um departamento exclusivo.

Os benefícios do uso de robôs para atender clientes não se resumem à redução de custos, mas, também, englobam o aproveitamento dos honorários de cada funcionário, que deixa de se sobrecarregar com a atividade e se dedica às funções que mais agregam valor ao negócio.

4. Assistência financeira

Com a expansão das fintechs, que são startups de tecnologia voltadas à área de finanças, a Inteligência Artificial foi impulsionada com o objetivo de automatizar uma série de operações relevantes para o cliente e, ao mesmo tempo, dispendiosas quando atribuídas a um profissional.

Exemplo comum disso é a assessoria de investimentos feita por um robô. A prática permite a redução de custos com talentos, como agentes e gerentes de investimentos, dando espaço a um mecanismo que fica disponível 24 horas por dia e executa análises precisas com base em fatos do mercado.

Portanto, se você atua (ou planeja atuar) no setor financeiro, saiba que a Inteligência Artificial pode ser aproveitada de várias maneiras, e, embora algumas delas já não representem um diferencial competitivo, inovações não devem ser descartadas.

5. Análise preditiva

Análises preditivas são previsões realizadas com base em dados, informações e tendências, entre outros fatores, que permitem às empresas tomar decisões mais inteligentes e precisas, como os próprios agentes robôs que mencionamos no tópico anterior.

Evidentemente, a Inteligência Artificial também é aplicável nesse sentido: como há uma vasta gama de coisas que hoje são feitas por meio de recursos tecnológicos, os próprios computadores podem identificar, por exemplo, se um componente da infraestrutura de TI requer manutenção ou como um determinado usuário está navegando pelos produtos do site.

Dois tipos de casos bastante conhecidos no mercado são os diagnósticos médicos que, por meio da análise de dados, possibilitam a previsão de doenças e o levantamento das soluções mais apropriadas. Outro cenário é protagonizado por provedores de mídia sob demanda, que coletam informações do cliente e, com isso, aumentam a eficiência das recomendações nas plataformas.

Acima, você conheceu cinco aplicações da Inteligência Artificial no Brasil que vêm transformando o mercado. Acredita que alguma delas se encaixa perfeitamente em seus objetivos? Saiba que existem serviços e produtos já reconhecidos e aprovados, de fácil integração e aprimoramento garantido.

Quer aprofundar o seu entendimento sobre o assunto? Aproveite para conferir o nosso post sobre a robotização como próxima escala para a Transformação Digital!

Compartilhe:

Outros destaques

Field Services: por que você deve se importar com isso?

Há muitos pontos envolvidos com a prestação de serviços que merecem atenção por parte dos gestores das empresas. Afinal, não basta apenas oferecer os serviços de TI para seus clientes — é fundamental prestar toda a assistência para que funcionem adequadamente.

Saiba mais

Nuvem pública: entenda o que é esse conceito e como funciona!

A nuvem pública é uma ótima solução para quem está realizando a migração para a computação na nuvem.

Saiba mais

Qual é o impacto da tecnologia 5G na cloud computing?

A revolução da tecnologia 5G está prestes a começar. Assim que a inovação da comunicação sem fio for aplicada nos mais diversos países, notaremos seus impactos na eficiência operacional e na diminuição de custos das empresas, bem como na vida pessoal de todos os envolvidos.

Saiba mais

Assine nossa news

Receba no seu e-mail informações e conteúdos ricos sobre transformação digital e jornada para nuvem dos melhores especialistas do mercado.
Não se preocupe, não enviamos spam. ;)